19 de abril de 2017

Retaliação

No fim do dia
Sugada pelo afã
Há tempo pra esquecer
Você não me querer

Me dói, me mata
Pena você não ver
Meu amor indelével
Nunca irás saber

Mas se soubesse
Irias me querer?
Eu sonho, eu morro
Renasço, vai entender
Essa dúvida maldita
Me limita viver

Nenhum comentário: