23 de maio de 2017

Ruínas

É triste pensar que você se foi
Como o vento que passa
O minuano que rasga
A torrente que devasta
Sem deixar rastro
Apenas lembranças
Que se tornam vagas
Pois o tempo é um algoz
Impiedoso
Inexorável
Assola as mais ternas memórias
De paixões e letargias
Carrega para as brumas do esquecimento
Amores, carícias e alentos.

Nenhum comentário: